15/08/2013

"Capar" as abóboras

Não tenho por hábito fazer isto, mas este ano as abóboras também não se têm estado a desenvolver e numa tentativa de ter alguma colheita que dê para os gastos do Inverno, resolvi "capar" alguns caules que tinham abóboras a crescer. 
Na prática, o que fiz foi cortar a ponta do caule 2 ou 3 folhas a seguir à inserção do pé da abóbora, que se vê na primeira imagem.

Este procedimento, tem o objectivo de a planta concentrar toda a sua energia na formação do fruto e não na formação de novos caules e folhas.
Vamos ver se tenho sucesso.

Parece que as abóboras nascediças pelo quintal têm mais frutos e maiores do que as que plantei. Acho que isto se deve ao facto de estarem mais afastadas umas das outras. 

No próximo ano, já decidi que as vou distribuir pela horta e não fazer um canteiro único com elas.

Abóbora em desenvolvimento com a ponta do caule onde se insere cortada


"Capar" as abóboras (antes)

"Capar" as abóboras (depois)

4 comentários:

  1. Estou na torcida para que esse tratamento dê certo.
    Sucesso na colheita!

    ResponderEliminar
  2. tambem não tenho esse hábito, mas vou fazê-lo no proximo ano, este ano ficaram pequenas. gosto muito do seu blogue, dá para tirar duvidas e trocar conhecimentos, parabens:-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada.
      Em relação à evolução dos frutos, posso dizer que nesta planta, obtive duas lindas abóboras menina de dimensões consideráveis, que cresceram no caule cortado na ponta.
      Ou seja, valeu a pena.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...